top of page
Buscar
  • Foto do escritorPietra Ramalho

Gatilhos mentais: Como utilizá-los na sua estratégia de Marketing

Atualizado: 1 de set. de 2021



Os gatilhos mentais são estímulos capazes de provocar reações nas pessoas, que influenciam diretamente na nossa tomada de decisão, já que esses agentes atuam diretamente em nosso cérebro.


Saber como estimular esses gatilhos em nosso potencial cliente, é a chave para persuadir e gerar resultados positivos no Marketing e Vendas.


Muitos pensam que temos o poder de tomar nossas próprias decisões, mas a influência está em tudo, e se engana quem pensa que escolhe tudo de forma lógica, nosso inconsciente tem muita responsabilidade sobre nossos atos.


O Marketing já usa essa estratégia a muito tempo e as empresas sabem muito bem como fisgar e fazer o cliente se sentir importante.


No blog de hoje, vamos desvendar alguns gatilhos mentais que podem te ajudar muito na hora de elaborar estratégias para a sua empresa, continue no post:


O que são os gatilhos mentais?



Gatilhos mentais são decisões que o nosso cérebro toma inconscientemente, como se ele estivesse no automático na hora de realizar ações para se dedicar às escolhas difíceis, a fim de evitar um esgotamento mental.


Observe que a todo o momento estamos fazendo escolhas, a partir do momento que acordamos até irmos dormir, muitas das nossas decisões são passadas despercebidas. Os gatilhos mentais são recursos da própria natureza humana para facilitar a tomada de decisões.


Um estudo da Cornell University mostrou que tomamos 226 decisões apenas pensando em comida durante um dia.


Esse excesso de escolhas pode levar à fadiga de decisão, porque temos um estoque finito de energia para lidar com isso. Então, para poupar essa energia, o seu cérebro toma decisões por conta própria, sem chegar ao seu consciente.


Mas como o inconsciente toma essas decisões? O inconsciente é inacessível, mas é parte de você. Existem alguns pensamentos, sentimentos e impulsos relacionados à sua experiência no útero da mãe.


Portanto, as decisões inconscientes são pessoais e dependem da experiência de todos. Mas eles estão relacionados à cultura, às relações sociais e até às necessidades humanas mais básicas.


Gatilhos mentais em marketing e vendas



Marketing e vendas são áreas que estudam o comportamento do consumidor, então as organizações precisam entender o que leva as pessoas a comprarem e como elas chegam até essa tomada de decisão para que eles possam criar abordagens mais efetivas em toda a jornada de compra.


O neuromarketing ajuda nisso. Além de conhecer os gostos, preferências e dúvidas dos consumidores, essa área também investiga o que se passa no inconsciente.


O uso de gatilhos mentais pode facilitar a tarefa de um pré-vendedor, na hora de fazer um agendamento, e de um vendedor, na hora de fechar uma negociação, por exemplo.


A intenção desses gatilhos realizados pelo Marketing e vendas é proporcionar uma experiência positiva para conseguir otimizar as estratégias, aproximar a marca do seu público e fechar vendas mais rapidamente.


4 gatilhos mentais para aplicar em marketing e vendas


1. Amor e conexão


Amor e conexão estão entre as nossas necessidades básicas. Quando amamos e somos amados, nos sentimos satisfeitos.


As pessoas podem amar outra pessoa, um animal, um esporte, uma cidade, um filme e, sim, também podem amar uma marca e se tornar um embaixador.


Mas não pense que o amor entre marcas e consumidores acontece de uma hora para outra. Esse gatilho é uma construção de conexões afetivas ao longo do tempo, pelo modo como a marca demonstra sua personalidade em suas ações de marketing.


A Harley Davidson é especialista nisso: para os seus fãs, a marca é sinônimo de aventura e liberdade. Quando há uma identificação entre os valores da marca e os valores do consumidor, o coração tende a bater mais forte.


2. Escassez


O gatilho da escassez é um dos mais usados em marketing e vendas. Quando as pessoas percebem que alguma coisa está acabando, elas correm logo para não perder a oportunidade. Isso está relacionado a um instinto de sobrevivência: precisamos garantir os itens básicos para sobreviver antes que eles acabem.


Em marketing e vendas, esse gatilho é usado para estimular as pessoas a decidirem logo uma compra. Dizer que há poucos produtos em estoque, que as vagas são limitadas ou que um bônus será dado apenas para os primeiros clientes desperta a ação.


3. Urgência


O gatilho da urgência está muito próximo do gatilho da escassez, porque também desperta a sensação: “está acabando, preciso correr!”. Porém, a urgência está mais relacionada ao tempo.


Isso é bastante usado em campanhas promocionais e descontos por tempo limitado. No copywriting, expressões como “não perca!” ou “é só até amanhã” são bastante comuns, além do reloginho fazendo contagem regressiva.


4. Novidade


Novidades podem ser boas ou ruins. Mas o nosso cérebro cria a expectativa de que elas vão transformar a vida para melhor. O potencial de prazer nos faz gostar do que é novo.


Em marketing e vendas, o anúncio de lançamento de novos produtos costuma gerar bastante entusiasmo. Nas redes sociais, anunciar novidades também costuma gerar bastante engajamento.


Esses são os principais gatilhos mentais que você pode usar para criar estratégias de marketing e vendas mais eficientes. Quando pensar nas suas abordagens, procure embasar as suas escolhas em alguns desses gatilhos, que vão direto no inconsciente do consumidor para facilitar as decisões de compra.



Nós da Agência de Artistas, esperamos que você tenha gostado desse artigo. Não deixe de olhar os posts anteriores, tem muita coisa valiosa que pode te ajudar!


Entre em contato conosco hoje para saber como podemos te auxiliar nessa jornada.

11- 99167-0354

11- 3878-5840

contato@agenciadeartistas.com.br


16 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page